Desde que pousou em solo lunar, no último dia 3, a sonda chinesa Chang’e-4 vem oferecendo à Humanidade imagens inéditas do nosso satélite natural. Nesta sexta-feira, a Administração Espacial Nacional da China (CNSA) divulgou a primeira fotografia em 360 graus do lado oculto da Lua.

A Chang’e-4, batizada em homenagem à deusa chinesa da Lua, colocou a China na história da exploração espacial ao realizar, com sucesso, o primeiro pouso no lado do satélite que está sempre escondido da visão a partir da Terra. Ela carregou um pequeno robô, o Yutu 2 — coelho de jade, o animal de estimação da deusa da Lua.

A impressionante panorâmica foi produzida por uma câmera especial instalada no topo da Chang’e-4. A imagem mostra a paisagem cinza da Lua, partes da própria sonda e o robô, com as trilhas deixadas no solo.

“Os pesquisadores completaram as análises preliminares da superfície da topografia lunar ao redor da sonda com base nessa imagem”, informou a CNSA, em comunicado.

A sonda pousou na Bacia do Polo Sul – Aitken, uma cratera de impacto com cerca de 2,5 mil quilômetros de diâmetro e 13 quilômetros de profundidade, a maior e mais profunda de todo o Sistema Solar. A expectativa dos cientistas é que a Chang’e-4 e seu robô possam solucionar mistérios, como a estrutura interna do satélite e sua evolução.

Os chineses também realizarão experimentos com o plantio de batatas, para testar o potencial agrícola para futuros colonos. Mas, por enquanto, podemos apreciar apenas as imagens incríveis da superfície lunar.

Deixe uma resposta

Por favor, escreva o seu comentário
Escreva o seu nome aqui